Projetos

“Conhecer, Conservar, Valorizar”, “[Em] Comum” e “Prémio Manuel Coutinho” são projetos que se destacam pelo seu caráter de continuidade, tendo já possibilitado o restauro da gravura “Alegoria a África” através de uma campanha de fundraising, a organização conjunta de exposições e a atribuição de um prémio que visa, sobretudo, distinguir trabalhos académicos sobre a região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Neste contexto, e apesar de concluído, o restauro do Retábulo de São João Evangelista (proveniente do extinto Convento das Chagas de Lamego) reveste-se de uma importância redobrada, pela forma como foi realizado e que permitiu o trabalho ao vivo e a interação com os visitantes do Museu.